quinta-feira, 8 de março de 2012

Trechos do Livro...

Reações: 
Análise da Inteligência de Cristo → 3 ' O Mestre da Vida


"... Quantas vezes também não somos rígidos como os fariseus, exigindo das pessoas o que elas não conseguem suportar e nós mesmos não conseguimos realizar? Exigimos calma dos outros, mas somos impacientes, irritadiços e agressivos. Pedimos tolerância, mas somos implacáveis, excessivamente críticos e intolerantes. Queremos que todos sejam estritamente verdadeiros, mas simulamos comportamentos, disfarçamos nossos sentimentos. Desejamos que os outros valorizem o interior, mas somos consumidos pelas aparências externas. Temos de reconhecer que, às vezes, damos excessiva atenção ao que pensam e falam de nós, mas não nos preocupamos com aquilo que corrói nossa alma."
♦♦♦
"O egoísmo, o orgulho e o individualismo são “vírus” da alma que nunca morrem. Podemos controlá-los, mas nunca os eliminamos. Se não os combater continuamente, eles um dia eclodirão de forma sorrateira, infectando nossa emoção e nos distanciando aos poucos dos nossos próximos."
♦♦♦
" Infelizes são aqueles que, apesar de aparentemente livres, estão presos no carcere da emoção, conduzidos pelo medo da critica, dominados pela obsessiva necessidade de ter uma imagem social inatacável e por preocupações excessivas com os problemas da vida. Infelizmente, no lugar em que mais deveríamos ser livres, muitas vezes estamos aprisionados."
♦♦♦
" O amor recusa a solidão. Quem ama não aceita a perda, ainda que o tempo alivie parcialmente a dor da ausência. Quem não aprender a amar a própria vida, as pessoas mais próximas  e aquilo que faz não entenderá a linguagem estranha e bela do amor."
♦♦♦
"... Os seres humanos são bons navegantes, mas, quando está agitado o mar, perdem o controle das suas reações. De fato, não há gigantes no território da emoção. Pessoas sensatas e lúcidas têm seus limites. Sob um foco de tensão, muitas perdem o controle. Algumas  são seguras e articuladas quando nada as contraria, mas sob o calor da ansiedade se comportam como crianças."
♦♦♦
 " O Mestre da Vida não procurava gigantes nem heróis, ma pessoas que tivessem a coragem de levantar-se apos cair, de retomar o caminho apos fracassar."
♦♦♦
"O gatilho da memória O gatilho da memória é um fenômeno inconsciente que faz as leituras imediatas da memória diante de um determinado estímulo. O medo súbito, as respostas impensadas, as reações imediatas são derivadas do gatilho da memória. Diante de uma ofensa, um corte nas mãos, uma freada de um carro ou uma situação de risco qualquer, o gatilho da memória é acionado, gerando uma leitura rapidíssima da memória, produzindo as primeiras cadeias de pensamentos e as primeiras reações emocionais.
♦♦♦
"Quando nossas emoções estão exaltadas, reagimos por instinto e não como seres pensantes."
♦♦♦
"Se uma pessoa não aprender a administrar o gatilho da memória, viverá a pior prisão do mundo: o cárcere da emoção*. Os dependentes de drogas vivem o cárcere da emoção, porque, quando detonam este fenômeno,  não conseguem administrar
a ansiedade e o desejo compulsivo por uma nova dose da droga. Os que possuem a síndrome do pânico vivem o medo dramático de que vão morrer ou desmaiar, gerado morrer ou desmaiar, gerado também por este gatilho."
♦♦♦
A ferramenta do silêncio é o estandarte dos fortes. Somente alguém destemido e que tem consciência de que não deve nada é capaz de usar o silêncio como resposta.
♦♦♦
"A freqüente exposição aos mesmos estímulos  leva, ao longo do tempo, à perda da sensibilidade a eles. Quanto mais compromissos, deixamos de fazer as coisas  mais simples e que mais amamos."
♦♦♦
"À medida que somos expostos aos estímulos,  deixamos de ter prazer neles... Com o passar do tempo, o estímulo visual vai atuando no processo de construção de pensamentos e perdendo, sutilmente, a capacidade de excitar a emoção."
♦♦♦
"Quantas vezes somos radicais e engessados em nossa maneira de pensar! Excluímos
as pessoas que não pensam como nós, ainda que por alguns momentos.
♦♦♦
"Quem não governa seu próprio mundo jamais será um bom líder."
♦♦♦
"... Jesus não se deixava dominar pelo medo... Certa vez, disse a seus discípulos que não temessem aqueles que matam o corpo, mas sim os que podem destruir a alma."
♦♦♦
"Tenho pesquisado uma nova síndrome psíquica, a SPA ou síndrome do pensamento acelerado. O excesso de bombardeamento de informações no mundo moderno e a hiperexcitação da emoção através da indústria do entretenimento, tais como TV, vídeo, internet, competições esportivas e profissionais, têm gerado a síndrome SPA. O ponto central desta síndrome é a dificuldade do “eu” em gerenciar o processo de construção de pensamentos, o que se traduz por produção exagerada e acelerada.
♦♦♦
"Os sintomas da síndrome SPA são: hiperprodução de pensamentos, pensamento antecipatório, ruminação do passado, ansiedade, dificuldade de ter prazer na rotina diária,insatisfação existencial, a flutuação emocional, o sono insuficiente, déficit de concentração e diversos sintomaspsicossomáticos, tais como cansaço físico exagerado, cefaléia,alteração do apetite, alteração do apetite.


Não sabemos como produzir um homem alegre e tranqüilo. Mas há dois milênios apareceu um homem que fez um convite único para a humanidade. Propunha que os homens viessem a ele e aprendessem o que nenhuma escola ensina: tranqüilidade, descanso emocional, um
pensamento desacelerado e lúcido, um prazer existencial estável."
♦♦♦
"Jesus magnetizava as pessoas. Seu poder de comunicação era fascinante...  Ser pequenino não quer dizer ser pobre financeiramente nem inculto intelectualmente, mas ser pequeno para perceber e ser ensinado por aquele que é grande, o mestre da vida."
♦♦♦
"Na realidade, todo ser humano possui um mundo a ser descoberto.  Só não enxergam isso aqueles que vêem o mundo com os olhos físicos"
♦♦♦
"Uma paciência ilimitada

... Os tímidos não são freqüentemente agressivos com os outros, mas são violentos consigo mesmos, se esmagam com sentimentos de culpa, não suportam errar, permitem que o lixo social invada o território de sua emoção. Nossa paciência tem limite, nossa trégua tem condições, mas tolerância de Jesus era ilimitada."
♦♦♦
"Há um grande quantidade de pessoas que não têm intimidade com a arte da dúvida, por isso nunca duvidam de si mesmas nem duvidam dos pensamentos daqueles que admiram, assim não desenvolvem sua consciência crítica. Defendem suas idéias com convicção, idéias que nunca foram suas, mas plantadas por outros. Talvez algumas pessoas que clamaram pela crucificação de Cristo fossem seus admiradores dias atrás. Mas após ter sido preso, elas mudaram seu pensamento, foram facilmente manipuladas pelos fariseus. O homem que reage sem pensar e não pensa antes de reagir será sempre um joguete nas mãos dos mais eloqüentes."
♦♦♦
" Imaginem o que Jesus passou com os açoites. As tiras de couro com metais abriam-lhe a pele. Cada chibatada era uma cirurgia sem anestesia. Após vestir seu manto, o sangue se misturava com as fibras do tecido, era como se uma lixa roçasse a superfície de sua pele. Nada o aliviava, a não ser a misteriosa relação que mantinha com seu Pai. A cada momento devia dialogar com Ele sobre sua dor, como o fez após a última ceia. 
Devia conversar e orar silenciosamente com Ele a cada momento em que era espancado, esmurrado, cuspido ou flagelado. Havia um ar de mistério no seu martírio. Ele estava na condição de homem, mas ninguém reagiu como ele no ápice da dor. Uma força incrível o sustentava. Gerenciava seus pensamentos e suas emoções em situações impossíveis de conservar a lucidez. O mestre de Nazaré foi um príncipe no caos."
♦♦♦
" As escrituras dizem que vários soldados ajoelhavam-se aos pés do mestre da vida, querendo prestar-lhe uma falsa reverência. Colocaram Jesus no centro de um picadeiro. Os soldados, rodeando-o, fizeram-no de palhaço. Seus olhos deviam estar tão edemaciados que mal devia enxergar, mas via o suficiente para saber que não devia reagir. Jesus não abriu a boca."
♦♦♦
"Se escondido na pele do homem Jesus estava o ser mais poderoso do universo, como ele  suportou ter sido o personagem central de um teatro de terror? Como permitiu que os homens o ultrajassem e o fizessem de palhaço? Se nós temos reações agressivas com nossos filhos ou com nossos pais sem grandes motivos, quem de nós, se tivesse tal poder, prescindiria de usá-lo para destruir nossos carrascos?  Somos mestres da impaciência; ele, o mestre da mansidão."
♦♦♦
"Jesus suportava o sarcasmo humano porque sua emoção tinha uma estrutura sólida. Não esperou quase nada dos seus amigos, sabia que eles o abandonariam. Dos soldados, esperava muito menos. Não há dúvida de que ele sofria muito, mas por se relacionar com as pessoas com baixíssima expectativa, não deixava o lixo de fora entulhar sua emoção. Um dos seus segredos era que ele se doava muito e esperava pouco.
Nós, ao contrário, por esperarmos muito dos outros ficamos sempre frustrados. Alguns são derrotados com apenas um olhar ou um pequeno comportamento. Facilmente nos aborrecemos."
♦♦♦
"O mestre de Nazaré foi dócil e paciente num ambiente onde só havia espaço para a ira e agressividade. Nunca ninguém pagou um preço tão alto por amar incondicionalmente o ser humano. A história do mestre dos mestres abala qualquer um que a investiga.
Felizes não são os que têm alta conta bancária, os assediados pela mídia, os que moram em palácios, mas os que encontram motivos para amar mesmo quando eles não existem. 
Jesus é o exemplo máximo dessa atitude."
♦♦♦
"Somente alguém que eliminou todas as raízes do medo pode ser tão livre" 
♦♦♦ 
"O gesto de Pilatos foi um ato tímido e injusto. Lavou as mãos, mas não podia limpar a sua consciência. A sujeira das mãos é retirada com a água; a da consciência é retirada reconhecendo erros e aprendendo a ser fiel a ela.
Também cometemos erros nessa área, embora com conseqüências bem menores que as dos homens que julgaram o mestre dos mestres. Lavamos as nossas mãos nas relações sociais. Quantas vezes nos esquivamos de gastar o último recurso para estender as mãos a alguém que está ao nosso alcance atolado em seus problemas?  Usamos o recurso de lavar as mãos como
tentativa de nos eximir de nossas responsabilidades, como procedimento para  nos proteger contra o sentimento de culpa diante de atitudes delicadas que deveríamos tomar."
♦♦♦
"O mestre da vida nos deu profundas lições para aprendermos o caminho da tranqüilidade. Viveu dias tranquilos em ambientes intranquilos. Era livre e sereno mesmo quando estava acorrentado. Estava no auge da fama e tinha tempo para contemplar os lírios dos campos. Nunca perdeu a singeleza e a
liberdade, mesmo no mais escaldante deserto..."
♦♦♦

"Somos especialistas em detectar os defeitos dos outros, mas péssimos
para enxergar os nossos."

♦♦♦
"Com princípios mais sábios dos que os apresentados por sociólogos e  ideólogos políticos, Jesus regulou as relações sociais. Disse que com o mesmo critério que julgarmos os outros seremos julgados. Se empregamos tolerância e compreensão, o Autor da vida nos compreenderá e nos tratará com tolerância. 
E vai mais longe, diz a célebre frase: “Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles”. Se queremos compreensão, respeito, gentileza, amabilidade, devemos aprender a ser compreensivos, gentis, amáveis O homem que não é juiz de si mesmo nunca está apto para julgar o comportamento dos outros.

♦♦♦
A vida é muito longa para se errar, mas brevíssima para se viver. Se os homens refletissem filosoficamente sobre a temporalidade da vida, tal reflexão estimularia a sabedoria e o amor pelos direitos humanos. Compreenderiam que o intervalo entre a meninice e a velhice se constitui de alguns instantes.
Todavia, desprezam a sabedoria 
♦♦♦
...Deus existe, mas criou o homem à sua imagem e semelhança e o colocou na bolha do tempo e lhe deu plena liberdade para agir segundo a sua consciência. Nesta hipótese,Deus criou o homem de maneira tão elevada que respeita as
decisões humanas. Deu livre arbítrio para o homem escrever a sua própria história. Não criou um robô, mas um ser que pensa, que decide e que pode não apenas agir segundo a sua consciência, mas amar e rejeitar o próprio Deus.
♦♦♦
O homem é uma pergunta que por dezenas de anos busca uma resposta. Quem não se perturba diante dos mistérios que cercam a vida ou está entorpecido pelo sistema social ou nunca usou com profundidade a arte de pensar. Trabalhamos, compramos, planejamos o futuro, mas não percebemos que
somos minúsculos pontos inseridos no espaço.
♦♦♦
Nenhum de nós sabe de onde viemos e para onde vamos a não ser que usemos a fé. A fé é a ausência da dúvida, mas, se usarmos exclusivamente a razão, temos de confessar que a dúvida é a mais íntima companheira de nossa existência. 
Nunca admire demais os intelectuais, eles são, como todo mundo, “perguntas vivas” que perambulam por essa misteriosa e momentânea existência.
♦♦♦
Todo homem que quer brilhar em sua história necessita ser empreendedor, criativo, ter uma dose de ousadia e possuir metas bem elaboradas.
♦♦♦
Ninguém consegue conter os processos metabólicos que conduzem à velhice. A medicina está descobrindo que milhares de genes estão envolvidos no caos da vida. Um bebê recém nascido, apesar de ser tão novo, é suficientemente velho para morrer.
Quando estamos no ápice da saúde temos a sensação de sermos imortais, mas morremos todos os dias. Fazemos seguro de vida, seguro saúde, seguro do carro, colocamos grades nas janelas, alarme na casa, mas não impedimos que a vida se esgote no cerne de nosso metabolismo.
Nada neste universo é eterno, estável. Nenhum planeta, átomo ou estrela dura para sempre. Quem detém os melhores conhecimentos da física sabe, como disse, que o mundo físico se organiza, passa pelo caos e se reorganiza novamente. Segundo o homem mais misterioso que passou nesta terra, o Autor da vida é o único que possui uma vida que não sucumbe ao caos, que não possui princípios de dias e fim de existência. Este homem era aparentemente um simples carpinteiro, mas disse que era o “pão da vida” e que quem dele comesse teria a vida eterna!
♦♦♦
Para sintetizar um novo medicamento que combata doenças e prolongue alguns anos de vida são gastos, muitas vezes, centenas de milhões de dólares. O mestre da vida gastou a energia de cada célula do seu corpo para tornar realidade o sonho da imortalidade.
♦♦♦
Não apenas o corpo humano é frágil, mas a sua estrutura psicológica também o é. Olhe para as reações que ocorrem freqüentemente no palco de nossas mentes. Quem gerencia plenamente seus pensamentos e emoções? Quem é líder do seu próprio mundo? Dominamos o mundo que nos cerca, mas
somos tímidos no controle de nossas angústias e  ansiedades.
Facilmente perdemos a paciência com os outros. O mais calmo dos homens tem seus limites. Sob determinados focos de tensão pode reagir sem pensar e ferir as pessoas que mais ama.
Não precisamos fazer esforço algum para sermos egoístas e individualistas, tais características surgem espontaneamente ao longo do processo de formação da personalidade.
♦♦♦
"Todos amamos o prazer e almejamos viver dias felizes. Todavia, freqüentemente somos nossos principais carrascos. Nós nos entulhamos com pensamentos negativos, preocupações existenciais e problemas que ainda não aconteceram. Além disso,temos baixa capacidade de sentir o prazer com o que temos e de contemplar o belo nos pequenos eventos da vida."
♦♦♦
"Os fracos não resistem ao ímpeto de criticar, mas os fortes compreendem
e amam."
 ♦♦♦
"... o amor só consegue florescer no solo da liberdade."
 ♦♦♦
"Ensinou o caminho da contemplação do belo. Ao encorajar seus discípulos a olhar os lírios dos campos e a não gravitar em torno dos problemas do amanhã, o mestre treinava seus discípulos a perceber que as coisas mais belas da vida estão presentes nas coisas mais singelas. Percorremos freqüentemente longos e desgastantes caminhos para procurar a felicidade e não percebemos que aquilo que mais procuramos muitas vezes está mais perto do que imaginamos."
♦♦♦
"As lições de vida e o treinamento da emoção de Jesus Cristo revelam que ele conquistou uma humanidade que atingiu o topo da sabedoria, da mansidão, da gentileza, da singeleza, do respeito pelos direitos humanos,  da capacidade de se doar, da preocupação com o destino da humanidade. Por isso, embora nunca tenha tido privilégios sociais, por onde quer que passasse, provocava um suspiro prazeroso nas pessoas. Ao encontrá-lo, muitos renovavam suas esperanças e reacendiam um novo ânimo de vida."
♦♦♦
"O maior comunicador do mundo foi o maior educador do mundo, teve o maior plano do mundo, foi o maior empreendedor do mundo, viveu o maior amor do mundo e causou a maior revolução do mundo. O resultado é que bilhões de pessoas de todas as raças, culturas, religiões e condições sóciofinanceiras dizem segui-lo. E a parte do globo que diz não ser cristã, nutre profunda admiração por ele."
♦♦♦
"Quando você estiver só no meio da multidão, quando errar, fracassar e ninguém o compreender, quando as lágrimas que você nunca teve coragem de chorar escorrerem silenciosamente em sua emoção e sentir que não tem mais forças para continuar sua jornada, não se desespere! Pare! Faça uma pausa na sua vida! Não dispare o gatilho da agressividade e do auto-abandono!  Enfrente seu medo! Faça do seu medo nutriente para sua força.  Destrave a sua inteligência, abra as janelas da sua mente, areje o seu espírito! Não seja um técnico na vida, mas um pequeno aprendiz. Permita-se ser ensinado pelos outros, aprenda lições dos seus erros e dificuldades. Liberte-se do cárcere da emoção e dos pensamentos negativos. Jamais se psicoadapte à sua miséria!"
♦♦♦
"Recorde que Jesus Cristo passou pelos mais dramáticos sofrimentos como um ser humano igual a você e os superou com a mais alta dignidade. Seja apaixonado pela vida como ele foi. Lembre-se de que por amar  apaixonadamente a humanidade ele teve o mais ambicioso plano da história. Recorde que, neste plano, você não é mais um número na multidão.
A vida que pulsa na sua alma o torna uma pessoa especial, inigualável, por mais dificuldades que atravesse, por mais conflitos que tenha. Portanto, erga seus olhos e olhe para o horizonte! Enxergue o que ninguém consegue ver! Veja um oásis no fim do seu longo e escaldante deserto! Saiba que as flores mais lindas sucedem os invernos mais rigorosos. Tenha convicção de que dos momentos mais difíceis de sua vida você pode escrever os  mais belos capítulos de sua história...
Nunca desista de você! Dê sempre uma chance para si mesmo. Nunca desista dos outros! Ajude-os a corrigir as rotas de suas vidas. Mas se não conseguir, poupe energia, proteja a sua emoção, aguarde que eles decidam ser ajudados. Enquanto isso, aceite-os do jeito que eles são, ame-os com todos os seus
defeitos. Amar traz saúde para a emoção."

♦♦♦
"... Nunca mais pisou nesta terra alguém tão fascinante como o Mestre da vida."

0 comentários:

Postar um comentário

COMENTARIOS :*

 

"Infelizes são aqueles que... Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos